REGIAOCENTRO.ORG
Ilustração sobre a Localidade

Coruche

Coruche é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Santarém, com cerca de 8 900 habitantes.

Desde 2002 que está integrada na região estatística (NUTS II) do Alentejo e na sub-região estatística (NUTS III) da Lezíria do Tejo; continua, no entanto, a fazer parte da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, que manteve a designação da antiga NUTS II com o mesmo nome. Pertencia ainda à antiga província do Ribatejo, hoje porém sem qualquer significado político-administrativo, mas constante nos discursos de auto e hetero-identificação.

É sede de um dos maiores municípios de Portugal, com 1115,72 km² de área mas apenas 19 944 habitantes (2011) 1 , subdividido em 6 freguesias. O município é limitado a norte pelos municípios de Almeirim e Chamusca, a nordeste por Ponte de Sor, a leste por Mora, a sueste por Arraiolos, a sul por Montemor-o-Novo e pela fracção secundária do Montijo, a oeste por Benavente e a noroeste por Salvaterra de Magos.

 

História

A presença humana ao longo de todo o vale do rio Sorraia está testemunhada pelos inúmeros vestígios arqueológicos que, dados os recursos naturais disponíveis, confirmam a fixação humana de forma continuada desde o Paleolítico.

Datável entre o 5.º e o 3.º milénios a.C., o conjunto megalítico de Coruche, localizado no extremo sudeste do concelho, é composto por cerca de três dezenas de monumentos, intervencionados na década de 30 do século XX pelo Professor Manuel Heleno, à data director do Museu Nacional de Arqueologia. Associado às antas ou dólmenes, antelas e cistas foram encontrados inúmeros objectos, directamente relacionados com o culto funerário do período Calcolítico.

Igualmente os romanos deixaram marcas no vale do Sorraia, sugerindo um povoamento concentrado junto ao rio e uma ocupação rural intensa entre os séculos I e V d. C. Uma vez mais o rio Sorraia assume uma importância primaz como via de comunicação por excelência, permitindo o escoamento e recepção de mercadorias de vários pontos do Império.

No período de domínio islâmico, Coruche, dada a sua posição geográfica, assume uma importância estratégica entre as cidades de Xantarîn (Santarém) e Yâbura (Évora), daí a construção de uma fortificação que, posteriormente, durante o processo da Reconquista teve um papel de grande relevo.

D. Afonso Henriques chega a Coruche em 1166, sendo que entrega a manutenção deste espaço, em 1176, à Ordem militar dos freires de Évora ou Ordem militar de S. Bento. O primeiro foral da vila de Coruche foi outorgado por D. Afonso Henriques em 26 de Maio de 1182, segundo o modelo do foral de Évora, confirmado por D. Sancho I, em 1189, e por D. Afonso II, em 1218, mantendo-se até D. Manuel, quando este, no século XVI, procede à reforma dos forais.

 

Fonte dos textos: Wikipedia


Find more about Weather in Coimbra, PO
Click for weather forecast


NEWSLETTER

Subscrever a newsletter:



Sair da newsletter:

ARRENDA-SE.NET

Quartos, apartamentos, casas, etc

RECADINHOS

Últimos recadinhos dos leitores:

Congratulations for the site. It is very nice to get more informations about Portugal. A beautiful country.
Matheus Smith 2016-07-30 23:39:20


RELÓGIO

Veja que horas são no mundo

NOTÍCIAS

Jornal O PÚBLICO

Estudo conclui que um quinto da população tem carência grave de vitamina D
Percentagem de pessoas com défice de vitamina D varia muito consoante as estações do ano e a região do país.

A Regulação de Novas Tecnologias: Um cinismo equilibrado
Matérias como a certificação de determinado conhecimento, o dever de cuidado de um médico ou as associadas à mera compra de um produto numa loja através de realidade virtual ou aumentada, configuram questões que devem ser respondidas agora.

Nos EUA prescrição de vitamina D cresceu 83 vezes em dez anos
Especialista em medicina baseada na evidência desmonta "mitos" da "epidemia" de défice de vitamina D.

Vendas de vitamina D disparam. Em 2017 gastámos 13 milhões de euros
Infarmed, DGS e Instituto Ricardo Jorge anunciaram em 2017 “uma avaliação rigorosa do diagnóstico e tratamento nacional do défice de vitamina D”. Orientações para médicos têm dez anos.

Entre os visados pelas cartas de Bruxelas, Portugal destaca-se pela positiva
OE português projecta redução da dívida, melhoria do saldo estrutural e nível do saldo primário mais favoráveis para uma avaliação de Bruxelas.

Monteiro com Cristas quer “contribuir para o crescimento do CDS”
Monteiro vai falar sobre o futuro de Portugal, Cristas vai encerrar. Esta semana, deram uma aula, juntos.

NOTÍCIAS

Jornal EXPRESSO

(c) 2014 Portal REGIAOCENTRO.ORG

Termos de Serviço

Privacidade