REGIAOCENTRO.ORG
Ilustração sobre a Localidade

« A riqueza da terra »

Cogumelos

As primeiras chuvas do Outono trazem consigo o surgimento de uma ampla variedade de cogumelos dos mais diversos tipos, formas, texturas e gostos.

Esta muito apreciada iguaria pode ser preparada de diversas formas, mas também requer um grande cuidado e conhecimento das espécies comestíveis.

O nosso nobre e delicioso amigo é na verdade um fungo. Os fungos são organismos muito simples que não conseguem absorver o carbono atmosférico nem realizar a fotossíntese pois são desprovidos de clorofila. A maioria dos fungos são simbióticos, ou seja, vivem numa associação com plantas verdes e árvores das quais obtêm açúcares e outros produtos da fotossíntese. Em troca, produzem nitrogênio (azoto) sob a forma de nitratos e sais minerais indispensáveis aos vegetais.

Os cogumelos reproduzem-se através de esporos que dão origem ao micélio - parte vegetativa do cogumelo. Simplificando, pode-se dizer que os cogumelos são compostos por micélio, pé, chapéu e, às vezes, anéis. Contudo, nem todas as espécies apresentam estas quatro partes.

A arte da colheita do cogumelo exige conhecimento profundo das espécies pois muitas são venenosas ou tóxicas. Assim, é aconselhável só apanhar as espécies que tiver certeza a 100% de que são comestíveis.

Em nenhum caso deverá misturar espécies conhecidas com outras desconhecidas, pois caso haja uma venenosa esta poderia contaminar as outras, com perigo até mesmo fatal.

A colheita deve ser feita com auxílio de uma faca. Deve-se cortar o cogumelo de forma a deixar na terra o micélio. Deve-se escolher apenas os exemplares mais jovens pois os mais velhos são impróprios para o consumo. A melhor forma de transportá-los é colocando-os num cesto para que permaneçam sempre arejados.

Cuidado com as crendices populares do alho e da peça de prata que escurecem em contacto com espécies venenosas ou de que as espécies com anéis não seriam perigosas. Isto é totalmente FALSO e pode ser MORTAL!

O nome popular das diversas espécies de cogumelo varia muito de região para região. A espécie mais procurada em Portugal é o míscaro, cujo nome científico é Tricholoma equestre, encontrado em grande quantidade nos pinhais arenosos de beira-mar.

Quem não se recorda dos suculentos pratos dos nossos avôs, nos tempos heroicos em que a carne era escassa e que o míscaro dava alegria ao arroz.

Sem falar da atividade sazonal, em especial em Mira e Cantanhede, quando parava a faina do campo e começava a colheita do míscaro para ser vendido na região de Viseu, ajudando assim, o magro orçamento familiar.

Caro leitor, não querendo substituir as Instituições Ambientais no seu dever de informar, a equipa do portal regiaocentro.net aproveita para ressaltar a importância de colher corretamente os cogumelos. Para que no futuro possamos continuar colhendo esta dádiva dos deuses, tenha sempre o cuidado de levar consigo um canivete para deixar o micélio na terra, que será novamente outro cogumelo no ano a seguir, e de só colher aquilo que realmente vai consumir. Deverá ainda ter o cuidado de não pisar nas espécies desconhecidas pois todas elas fazem parte do mesmo ecossistema.

Boa colheita!

 

 

Em caso de ingestão de cogumelos venenosos ou tóxicos
1) O doente deverá ser transportado de imediato para o hospital mais próximo.
2) Se possível, o doente deverá ser posicionado de forma a que possa vomitar facilmente.
3) Recolha os restos da comida ingerida ou do vômito para identificar a espécie do cogumelo.
4) Não dar leite ou bebidas alcoólicas ao doente .


COMENTÁRIOS DOS LEITORES


Find more about Weather in Coimbra, PO
Click for weather forecast


NEWSLETTER

Subscrever a newsletter:



Sair da newsletter:

ARRENDA-SE.NET

Quartos, apartamentos, casas, etc

RECADINHOS

Últimos recadinhos dos leitores:

Congratulations for the site. It is very nice to get more informations about Portugal. A beautiful country.
Matheus Smith 2016-07-30 23:39:20


RELÓGIO

Veja que horas são no mundo

NOTÍCIAS

Jornal O PÚBLICO

João Palhinha com lesão muscular a poucos dias do derby
Palhinha teve de ser substituído aos 67 minutos, neste domingo, tendo abandonado o relvado em lágrimas.

Covid-19 em Portugal: 13 mortes e 1635 casos. Incidência e internamentos continuam a aumentar
Há mais 45 doentes internados, num total de 809. Foram dadas como recuperadas mais 971 pessoas. Incidência subiu para 325,9 casos por 100 mil habitantes a nível nacional, R(t) voltou a descer ligeiramente a nível nacional.

Descoberto biomarcador com potencial de prognóstico da leucemia mielóide aguda
O trabalho de investigação foi distinguido com o Prémio Nacional de Hematologia, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Hematologia.

Bielorrússia anuncia exercícios militares conjuntos com a Rússia perto da fronteira da Ucrânia
A tensão entre a Ucrânia e a Rússia também se faz sentir na Bielorrússia. Alexander Lukashenko afirmou a necessidade de “defender o país” e de “pegar em armas” se algo acontecer.

Ílhavo, Caldas da Rainha, Arouca e Monforte perderam cheque para “wi-fi”
Iniciativa da Comissão Europeia de apoio à instalação de “wi-fi” em edifícios públicos já foi aproveitada por 160 autarquias, mas outras deixaram caducar o voucher de 15 mil euros.

João Vieira Pinto tem de pagar mais de 128 mil euros antes de Setembro de 2022 para evitar prisão
João Vieira Pinto foi condenado a uma pena de prisão de um ano e seis meses, que ficou suspensa por quatro anos, condicionada ao pagamento de 508.867,61 euros, acrescidos de juros. O director da Federação Portuguesa de Futebol já pagou quase tudo, mas falta ainda liquidar 128 mil euros referentes a juros. Esta segunda-feira prometeu liquidar tudo, de forma faseada, até Junho do próximo ano. Ministério Público aceitou e alargou a suspensão da pena.

NOTÍCIAS

Jornal EXPRESSO

(c) 2014 Portal REGIAOCENTRO.ORG

Termos de Serviço

Privacidade