REGIAOCENTRO.ORG
Ilustração sobre a Localidade

Castelo e Outro Património Edificado

CRONOLOGIA
A sua construção teve início provavelmente na primeira metade do século XII, altura em que foi construído o recinto amuralhado, ao que tudo indica aproveitando uma alcáçova que existiria no local e uma primitiva igreja. A cerca da vila foi erguida apenas no último quartel do mesmo século. A torre de menagem, foi construída durante o reinado de D. Dinis, em 1325. Os paços e a segunda Igreja de Nossa Senhora da Pena são obra do mesmo monarca. Há autores que atribuem a construção deste templo ao rei D. João I.
Junto à Igreja de São Pedro terão sido construídos os Paços de D. Dinis e da Raínha Santa. No início do século XVI D. Manuel mandou construir uma sacristia, entre a capela-mor da igreja e a torre sineira.

OBRAS DE RECUPERAÇÃO
Em 1915, a Liga dos Amigos do Castelo iniciou as obras de restauro. De 1916 a 1921, esta liga providenciou obras de consolidação das ruínas e melhoramentos no acesso. Com a derrocada de algumas das ruínas em 1921, teve início finalmente as obras de restauro nas partes mais danificadas do castelo. É de notar, a reconstituição dos pavimentos da Torre de Menagem, a sua cobertura e o acrescento de um torreão, o que implicou num aumento de mais de 2,5 m na altura da torre. O acesso à torre através do alpendre foi refeito. Aproveitou-se ainda para refazer a casa do guarda com materiais recuperados do próprio castelo. Nota-se ainda os merlões que foram colocados na cabeceira da Capela de Nossa Senhora da Pena, à parte de um parapeito entre duas seteiras.
O ano de 1928 foi marcado pela consolidação da muralha, das torres e da Igreja de Nossa Senhora da Pena. 
Em 1936, ocorreu a derrocada de uma parte da muralha do lado norte do castelo, que foi logo a seguir meticulosamente reparada.
Em 1937, na altura da finalização das obras da muralha, foi reconstruído o trecho junto à torre de menagem e procederam à colocação de merlões.
Em 1939, foi a vez dos Paços do Castelo conhecerem obras de recuperação. O interior do imóvel, contudo, só passou por obras de recuperação em 1954, com tratamento das infiltrações na sala central e em duas das salas laterais. 
Em 1955 foi efectuada a limpeza das fachadas da Capela de Nossa Senhora da Pena.
Em 1956 alguns dos tectos do terceiro piso foram refeitos, e os varandins recobertos. É feita a ligação do segundo ao terceiro piso através da construção de um lanço de escadas. O piso foi revestido com tijoleira.
Em 1959 os Paços receberam obras de recuperação. Os pavimentos foram recuperados, as portas pintadas e alguns dos paramentos (pedras ou paredes trabalhadas) foram melhorados.
1963 foi marcado pela recuperação dos merlões da muralha. Os tectos de duas salas da alcaçova foram forrados com vista a esconder duas vigas de betão que desfiguravam a estética da estrutura. Além disso, é de notar que foram rectirados os merlões que outrora tinham sido colocados na igreja (em 1921 por Korrodi) e colocado um arco polilobado. 
Em 1968, o claustro da Igreja de Nossa Senho da Pena foi consolidado. Aproveitou-se para restaurar os paços com melhoramentos no pavimento e nas cantarias. Os paramentos foram limpos e os vitrais e as madeiras foram melhorados. 
Em 1969, nas obras dos paços foi consolidado o claustro da Igreja de Nossa Senhora da Pena. Além disso, procederam à reconstrução de merlões nas torres e muralhas. O acesso ao castelo, também passou por profundos melhoramentos. 
Em 1970 procederam à impermeabilização dos terraços situados por cima dos paços para resolver o problemas das infiltrações que estavam a danificar o imóvel.
Em 1973 foram construídas novos sanitários nos Paços do Castelo.

O CASTELO
Situado num monte panorâmico, a vista alcança inúmeras terras ao seu redor. Sua planta é poligonal irregular. As muralhas que envolvem o castelo são rematadas por merlões quadrangulares. Para maior protecção dos lados Norte e Este, em que as muralhas eram mais fáceis de transpor, foi construída uma barbacã (um muro mais baixo do que as muralhas, construído à sua frente) e uma cerca avançada.
As muralhas da antiga vila medieval prolongam-se do lado Este, com uma entrada através de uma torre com grandes frestas.
Na muralha do lado oposto, temos a Porta da Traição. Numa das plataformas mais elevadas, encontra-se a Torre de Menagem, que é um pequeno recinto muralhado. Esta torre apresenta três pisos, paredes largas, merlões quadrangulares e terraço.

Para reforçar as defesas, foi construído no utro extremo uma torre de vigilância. Os Paços reais foram construídos sobre a muralha alcantilhada. Estes apresentam planta rectangular, dois conjuntos laterais de quatro pisos com torres ameadas como reforço e um corpo central com três pisos. O último piso reserva um embelezamento com arcos ogivais abertos acima de uma linha de frestas também ogivais.

CERCA
A cortina de muralhas que em tempos mais remotos era a protecção da povoação ( junto do castelo) apresenta forma irregular e tem praticamente em toda a sua extensão a barbacã que reforçava a segurança. Esta linha defensiva apresentava também alguns torreões que aumentavam a protecção. Existia duas portas, a Porta do Sol (no local onde se fez a Torre da Sé) e a Porta dos Castelinhos abraçada por duas torres. Ainda hoje, a porta que leva ao interior do castelo é também ladeada por duas torres.

CAPELA DE NOSSA SENHORA DA PENA
Situada no interior das muralhas que circundam o castelo, a Capela de Nossa Senhora da Pena foi edificada em substituição de uma primitiva igreja que havia no local. A sua arquitectura exibe uma nave rectangular, uma abóbada de sete panos e uma capela-mor com abside poligonal. As suas cinco frestas geminadas deixam entrar a luz. O seu portal é ogival, com cinco arquivoltas assentas em colunas de feitio liso. Os remates da capela-mor são merlões. Exibe contra-fortes de vários andares. As suas paredes laterais apresentam dois túmulos escavados. Outrora existia ainda uma torre em anexo, onde posteriormente foi colocado o sino. 

SÉ CATEDRAL
A Sé Catedral data de 1559. A sua construção em estilo maneirista tem como particularidade de ter a torre sineira separada do edifício. 


COMENTÁRIOS DOS LEITORES


Find more about Weather in Coimbra, PO
Click for weather forecast


NEWSLETTER

Subscrever a newsletter:



Sair da newsletter:

ARRENDA-SE.NET

Quartos, apartamentos, casas, etc

RECADINHOS

Últimos recadinhos dos leitores:

Congratulations for the site. It is very nice to get more informations about Portugal. A beautiful country.
Matheus Smith 2016-07-30 23:39:20


RELÓGIO

Veja que horas são no mundo

NOTÍCIAS

Jornal O PÚBLICO

Insultos e pedidos de demissão de Sérgio Conceição: a recepção ao FC Porto no Dragão
Cerca de meia centena de adeptos deslocou-se ao estádio para mostrar descontentamento, depois da derrota na final da Taça da Liga.

Catarina Martins: “É muito difícil compreender que se vá atrás de Rui Pinto com tanta força”
A coordenadora do BE diz que a justiça ainda tem muita dificuldade em agir no que diz respeito ao futebol. “Existe quase uma excepção de Estado de direito no futebol português”, critica.

Palcos da semana
Os próximos dias trazem o arrojo de uma Giselle sul-africana, Santareno num navio, Tiago Correia a duplicar, realidade virtual em exposição e 20 filmes em alemão.

Work hard, party harder é o lema deste escritório

Primeiro caso suspeito de coronavírus em Portugal deu negativo
O doente, regressado da China no sábado, estava sob observação deste sábado no Hospital de Curry Cabral.

Como uma ecologista do Utah ajudou a criar uma Barbie cientista
Astrofísica, conservadora da natureza, entomóloga, bióloga marinha e fotojornalista de natureza: há cinco novas Barbies para mostrar às meninas que podem trabalhar em Ciência. A inspiração foi Nalini Nadkarni, uma ecologista norte-americana.

NOTÍCIAS

Jornal EXPRESSO

(c) 2014 Portal REGIAOCENTRO.ORG

Termos de Serviço

Privacidade