REGIAOCENTRO.ORG
Sem FOTO:1

Estação de S.Bento

largo Almeida Garrett

escultura no largo Almeida GarrettA Estação Ferroviária de São Bento, situa-se no largo Almeida Garrett, popularmente conhecido como São Bento, e pertence à freguesia da Sé, na cidade do Porto. Foi edificada no lugar onde anteriormente existiu o Mosteiro de S. Bento da Ave-Maria, de freiras beneditinas, dando origem ao seu nome, que foi demolido só depois da morte da última freira no final do século XIX. Com a afirmação do Liberalismo no início do século XIX, e depois de extintas as ordens religiosas, o regime confiscava os bens patrimoniais monásticos por decretos de 1832 e 1834, determinando que estes passassem para o Estado após a morte da última religiosa. No caso do Mosteiro da Avé Maria, esta terá falecido em 1892, ficando então as instalações devolutas.

O projecto da estação ficou a cargo do arquitecto portuense José Marques da Silva e a cerimónia de lançamento da primeira pedra pelo rei D. Carlos e por D. Amélia de Orleães, realizou-se em 22 de Outubro de 1900, no cunhal da rua da Madeira, tendo sido adiado o prosseguimento das obras de edificação da estação, devido ao seu planeamento não se encontrar concluído. Em 1901, deu-se início às obras de terraplanagem do lado da rua do Loureiro, nomeadamente a demolição da Igreja de São Bento, a algumas escavações e instalação de saneamento, e à construção de um muro de sustentação do terreno de grande cota. As plataformas de passageiros ficaram concluídas em 1905 assim como o cais coberto do lado da rua do Loureiro e algumas obras de saneamento.

A ornamentação e instalação dos painéis de azulejos no vestíbulo ficaram a cargo do artista plástico Jorge Colaço (1906). Cobrem cerca de 551 metros quadrados contando-se ao todo cerca de 23 000 azulejos que ilustram as paisagens da região assim como os hábitos das suas gentes, narram a evolução dos transportes e relatam alguns episódios da história de Portugal: o encontro de Valdevez, cena que evoca o torneio que se travou entre cavaleiros em 1140 nas margens do rio Lima; a entrega de Egas Moniz, nobre pertencente a uma poderosa família de Entre Douro e Minho; o casamento de D. João I com Dona Filipa de Lencastre em 1386; a conquista de Ceuta em 1415. 

Em 5 de Outubro de 1916, foi inaugurado o edifício definitivo da Estação de São Bento.

A construção da estação de caminho de ferro levou mais tarde ao alargamento da praça Almeida Garrett, com vista a facilitar o acesso automóvel entre a baixa do Porto e a estrada para Lisboa. Procedeu-se então à demolição de praticamente todo o quarteirão a sul da praça de inestimável valor histórico e patrimonial, rasgando-se, na década de 1950, uma ampla avenida de ligação ao tabuleiro superior da ponte D. Luís, a actual Avenida de D. Afonso Henriques. 

A última grande intervenção urbanística na praça ocorreu em 2005 aquando da construção da linha do Metro do Porto e da respectiva estação de metro, da autoria do arquiteto Siza Vieira. 

 

 

vista da igreja e entrada da Estação de São Bento

 

escultura no largo Almeida Garrett

 

 


COMENTÁRIOS DOS LEITORES


Find more about Weather in Coimbra, PO
Click for weather forecast


NEWSLETTER

Subscrever a newsletter:



Sair da newsletter:

ARRENDA-SE.NET

Quartos, apartamentos, casas, etc

RECADINHOS

Últimos recadinhos dos leitores:

Congratulations for the site. It is very nice to get more informations about Portugal. A beautiful country.
Matheus Smith 2016-07-30 23:39:20


RELÓGIO

Veja que horas são no mundo

NOTÍCIAS

Jornal O PÚBLICO

Sócrates demarca-se de Costa: “Eu não estava no camarote do BES”
Antigo primeiro-ministro juntou perto de 120 apoiantes num almoço em Lisboa.

Ministério Público pede prisão preventiva para arguidos que invadiram Academia
Medida pedida tendo em conta os perigos de fuga, de perturbação do inquérito e continuação da prática da actividade criminosa.

Praticante de parapente motorizado morre em queda no Alvor
Homem de 49 anos caiu num campo de futebol.

Força Aérea não sai do Montijo até operação estar assegurada
A cooperação tem tornado Portugal num país "mais influente e mais solidário", afirmou também o ministro da Defesa Nacional.

PCP critica "convergência negativa" entre PS, PSD e CDS-PP
Jerónimo de Sousa diz que esta sintonia se tem vindo a alargar a outros domínios, além do laboral.

Presidente da câmara de Salónica atacado por nacionalistas gregos
Yiannis Boutaris foi empurrado, atirado ao chão, esmurrado e pontapeado. As posições do político sobre vários assuntos são vistas pela extrema-direita como uma traição ao país.

NOTÍCIAS

Jornal EXPRESSO

(c) 2014 Portal REGIAOCENTRO.ORG

Termos de Serviço

Privacidade